Centro de Análises
Bioenergopatia
Avaliação
Tratamento
Depoimentos
Perguntas freqüentes
Dicas
Alimentação
Links Indicados
Fundador
Literatura











 


05h40, domingo, 25 de junho de 2017 - 2.688.088 visitas desde jul.2004
INSTITUTO MEDEIROS
Identifique as reações ao uso de cosméticos

Hoje vamos falar sobre o desconforto da pele devido ao uso de cosméticos. Substâncias químicas perigosas estão em toda parte, liberadas no meio ambiente contaminando o ar e a água e podem ser encontradas até no que ingerimos, no ar que respiramos, nas roupas que usamos, nos cosméticos do dia a dia. O sistema imune promove uma luta contra o agente irritante ou contra a substância agressiva, exprimindo-se em uma reação inflamatória de diversos graus. São comuns a vermelhidão, o calor, o inchaço e a coceira.

O dano potencial da exposição a agentes tóxicos depende de vários fatores: se é uma exposição única, múltipla ou contínua, de uma única fonte ou de múltiplas fontes. Importante é deixar claro que as pessoas expostas aos agentes de risco em baixas doses por longos períodos de tempo na maioria dos casos não apresentará sintomas de intoxicação aguda.

Reações adversas aos uso de cosméticos

Por definição as formulações de cosméticos devem ser seguras ao uso, mas sempre existe a possibilidade de ocorrência de reações adversas em pessoas potencialmente propensas, que podem se dividir em três grandes categorias distintas.

1ª) Síndrome da irritação relacionada ao uso de cosméticos

É um processo que se apresenta como uma “pele irritada”, definida como uma inflamação localizada. Determinadas formulações produzem irritação somente após aplicações repetidas, fenômeno denominado “ irritação cumulativa”. Por exemplo, os produtos esfoliantes com grãos ou esferas, que podem causar irritação mecânica pela fricção.

Existe um tipo especial de irritação onde não ocorre lesão clinicamente visível, porém o paciente se queixa de queimação ou formigamento pela aplicação de um cosmético. Esse tipo de irritação geralmente ocorre na face após no máximo uma hora da aplicação do produto em indivíduos suscetíveis. Os ingredientes que produzem tal fenômeno são propilenoglicol, ácido benzóico, hidroxiácidos e o etanol.

2ª) Sindrome da urticária de contato

É uma reação que consiste no desenvolvimento de uma resposta de eritema (vermelhidão/doença inflamatória da pele) e edema (inchaço) por acúmulo anormal de líquido no organismo) cerca 30 a 60 minutos após a pele ser exposta a certos agentes.

3ª) Reações de hipersensibilidade tardia

De todas as dermatites de contato, aquelas relacionadas ao uso de cosméticos constituem uma grande parcela dos casos. Nesse grupo, os ingredientes fotoalergênicos mais usados em cosméticos são os filtros solares e fragrâncias.

Trata-se de um quadro que afeta aproximadamente 1% da população global e pode ocorrer na face, pescoço, mãos, axilas ou mesmo de forma generalizada.

Os conservantes adicionados aos cosméticos com o fim de prevenir a contaminação por micro-organismos ou degradação induzida por oxidação ou radiação ultravioleta também são agentes capazes de induzir reações alérgicas Parabenos e o formaldeído ou libertadores de formaldeído estão fortemente relacionados a reações alérgicas e devem ser evitados.

Tudo isso mostra a fundamentalidade da condução de segurança para cada formulação testada. Conheça o produto que você usa na sua pele, leia a embalagem e evite reações indesejadas.

Autor: Sonia Corazza
Fonte: Vya Estelar



Anote nossos telefones:
2478-8200
2476-8200









.
Centro de Análises de Energia Vital - Telefone: (11) 2478-8200 e 2476-8200 - E-mail: central@institutomedeiros.com.br
.


Midiamix Editora Digital